Vale da Ilusão Lyrics

Quarteto 1111 Lyrics


Na farsa do dia que pa**a
Na sombra de civilização
Ecos de vida que se perderam do vale da ilusão

Os homens do vale eram feitos
À imagem do Deus que os criou
Não conhecia fome nem medo
E eu era melhor do que sou

Cantai, cantai
Bruxas e carpideiras
Os homens mudados já estão
E já o som das trompas guerreiras
Se ouve no vale da ilusão

No vale da ilusão
Já não há hoje ninguém
Todos se foram
Só fiquei eu
E eu vou-me embora também

Cantai, cantai
Bruxas e carpideiras
Os homens mudados já estão
E já o som das trompas guerreiras
Se ouve no vale da ilusão

No vale da ilusão
Já não há hoje ninguém
Todos se foram
Só fiquei eu
E eu vou-me embora também
Eu vou-me embora também
Que já não há hoje ninguém
Eu vou-me embora também
Que já não há hoje ninguém
Que já não há hoje ninguém




All Artists: 0 A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

we all love music