Nem Te Conto Lyrics

Quinto Andar Lyrics



Esse é o Quinto Andar
De novo? Virou festa?
Mais uma produção de...
Banguela!


De repente
O Gato Congelado vindo dos quinto quente
A viajar nas base do Quinto Andar
Pra quem pensou que minha rima vinha de presente
Diversos MCs carente da gente, da mente contente
Que pensa que subir no palco e olhar pra baixo agrada meus parente fudido
Ao notar que não to aqui pra rimar
Muito menos pra pensar
Simplesmente tomar a frente, o que sente
Quando penso na garota que joga o lenço
Pra iniciar a luta que venço sem ter que mostra os dente
Sigo sorrindo, pa**ando pente fino nos cacho do anjo que veio me buscar
Urgente, atrás do sossego do chileno dono da barraca que vende veneno pra rato
Congelado o gato abandona a cena do crime
Pra não ter que pagar o pato


Mesmo a**im eu não bato de frente com gente
Que ontem, hoje e amanhã vai fazer corrente
Pra tentar provar que minha rima é incoerente
Ou dizer, talvez, que eu não tenha sido gerado no ventre da velha mãe
Que olha pra mim hoje e sempre
Livrai-me, Prime, do mal da água-ardente
Mas aí, foda-se, não é meu parente
Foda-se, quando precisou de mim eu tava ausente
Foda-se
Qual é?
Que parentesco é esse
Que morto de sede num pede refresco
Olho pro alto e agradeço a que rima hoje te ofereço
Quinto Andar, Prime e Gato Congelado
Pago a multa, não importa o preço
Duvido


De volta comigo a responsa
De nunca ter comido a carne do amigo da onça
Produça' mais mal feita
Dizem que são meus amigos e olham na espreita
Ao dizer: "Aí, mané"
Nessa letra nego aposta, que pena
Quando vão embora e acenam
Me encravam a faca nas costa, ou encosta em mim
Na história sem fim
De gente com rima de caderno
Falando em freestyle, eu já nem to afim
De mentiras dizendo que sou multifunções
Ou que já fui semelhante a Luis de Camões
Falando q já fiz mais sucesso que 8 milímetros
Ou que quando começo a cantar meu pau fica com 80 centímetros

Ninguém acreditaria
Que isso tivesse acontecido realmente algum dia
Nem que eu tivesse o dom de enganar
E fazer tudo que quero e penso
Num simples toque de telepatia
Desculpa, mas aí, nem é nisso que eu acredito
Eu num falo o que todo mundo quer ouvir, admito
Porém, não vomito rimas como certos MCs
Que quando ouvirem o som vão querer causar atrito
Comigo? É o que provoca o frio no umbigo
Domingo ainda tem escravo
Estilo o tiozinho que pa**a vendendo churros a 50 centavos
Eu grito bravo, mas num tô bravo com isso
Só complico o desperdício de rimas que despisto enquanto despreguiço
Cade o vício do patrício que corre do medo por ele criado?
Quinto Andar é isso
Quem não gostou fica bolado

E é isso
Nem te conto a nova




All Artists: 0 A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

we all love music