Com um Brilhozinho nos Olhos Lyrics

?xtinto Lyrics





Quem éramos nós, quem queriamos ser
E quais as esperanças que a vida roubou?
Olhei-o de longe e mirei-o de perto
E quem não vê caras, não vê corações
E com um brilhozinho nos olhos
Guardei um amigo que é coisa que vale milhões


Carcerário desse olhar que me seduz, me corrói
E do meu que já da luz me dói
O meu sudário em sumário deu-me à cruz que tu pões
Emoldurada em teu orgulho estoico
O que é que foi que ele disse?

O que é que foi que ele disse?
O que é que foi que ele disse?

O que é que foi que ele disse?


Ouve hoje soube-me a pouco
Sem brilho sob o meu olho
Vê quando subo o sobrolho
Dou-me ao meu som demagogo
Serve-te de consolo o meu troco
Se hoje me prendes, estou como?
A cerrar os dentes, 'tá podre
Toda esta carne de Estocolmo
Eu fui ao fundo do mar quando me afoguei no teu corpo
Eu naveguei sem enjoo, tua dor ficou-me no goto
Teu sótão feito meu esconso
Onde só estão feitos em esboço
Os teus trejeitos que eu escondo
No meio de beijos no pescoço
Amor, 'tavas no calendário noutro mês, há dor
Em qualquer prato do meu cardápio, não há mesa a pôr
Etelvina eu já corado confio-te o meu calor
Eu sou esse homem acocorado à beira rio à noite
Horas extraordinárias foi, e eu que voltava a fazê-las hoje
Quero dormitar com a mulher dos meus sonhos
Então eu deixo a luz acesa à noite


Carcerário desse olhar que me seduz, me corrói
E do meu que já da luz me dói
O meu sudário em sumário deu-me à cruz que tu pões
Emoldurada em teu orgulho estoico
O que é que foi que ele disse?
O que é que foi que ele disse?
O que é que foi que ele disse?
E o que é que foi que ele disse?
O que é que foi que ele disse?
O que é que foi que ele disse?

Mas hoje soube-me a tanto
Tou louca, louca por quanto
Eu tou com o brilho no canto
Enquanto contas o tanto que eu seduzo e encanto
A fome foge-me do pranto
Mas deduzo que não cantes
Eu tou com os olhos brilhantes
E eu vou sugando o teu sopro
Ignoro o pouco que te soube
Eu vou matando o meu jogo
Não vejo brilho no teu olho
Vou encostando no teu corpo
Rasgar um pouco da tua roupa
Vemos estrelas no teu colo
Dentro do céu da minha boca
Horas extraordinárias foi
Também voltava a fazê-las hoje
Quero dormitar com o homem dos meus sonhos
Ser quem apaga a nossa luz à noite



Carcerário desse olhar que me seduz, me corrói
E do meu que já da luz me dói
O meu sudário em sumário deu-me à cruz que tu pões
Emoldurada em teu orgulho estoico
O que é que foi que ele disse?
O que é que foi que ele disse?
O que é que foi que ele disse?
E o que é que foi que ele disse?
O que é que foi que ele disse?
O que é que foi que ele disse?




All Artists: 0 A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

we all love music